Sola Scriptura

Por que devemos orar no nome de Jesus?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Por que devemos orar no nome de Jesus?

Mensagem por APARTHEID em Qua Dez 31 2014, 09:48

JESUS falou muitas vezes sobre oração. Nos seus dias, líderes religiosos judeus oravam “nas esquinas das ruas largas”. Por quê? “Para serem vistos pelos homens.” É óbvio que queriam ser admirados por sua devoção. Muitos faziam orações longas, repetitivas, como se fosse necessário usar “de muitas palavras” para uma oração ser ouvida. (Mateus 6:5-8) Jesus expôs essas práticas como inúteis, ajudando assim os sinceros a entender o que evitar nas orações. No entanto, ele fez mais do que apenas ensinar como não orar.
Jesus ensinou que em nossas orações devemos expressar o desejo de que o nome de Deus seja santificado, Seu Reino venha e Sua vontade seja feita. Jesus também ensinou que é correto pedir a ajuda de Deus para lidarmos com assuntos pessoais. (Mateus 6:9-13; Lucas 11:2-4) Por meio de ilustrações, mostrou que precisamos ter persistência, fé e humildade para que nossas orações sejam ouvidas. (Lucas 11:5-13; 18:1-14) E ele deu mais peso ao seu ensino pelo seu próprio exemplo. — Mateus 14:23; Marcos 1:35.
Com certeza, essa instrução ajudou os discípulos de Jesus a melhorar a qualidade de suas orações. No entanto, foi só na última noite de Jesus na Terra que ele deu aos seus discípulos a lição mais importante sobre oração.
Jesus passou a maior parte de sua última noite encorajando seus apóstolos fiéis. Foi uma excelente ocasião para revelar algo novo. Ele disse: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim.” Mais tarde, Jesus fez a eles a seguinte promessa reanimadora: “O que for que pedirdes em meu nome, eu farei isso, a fim de que o Pai seja glorificado em conexão com o Filho.” Quase no fim dessa conversa, ele disse: “Até o momento não pedistes nem uma única coisa em meu nome. Pedi e recebereis, para que a vossa alegria seja plena.” — João 14:6, 13, 14; 16:24.
Essas foram palavras impressionantes. Uma obra de referência as descreve como “uma grande mudança na história da oração”. Jesus não estava dizendo que as orações deviam deixar de ser feitas a Deus e passar a ser feitas a ele. Em vez disso, estava mostrando um novo modo de se aproximar de Jeová.
Não resta dúvida de que Deus sempre ouviu as orações de seus servos fiéis. (1 Samuel 1:9-19; Salmo 65:2) Mas, desde o tempo em que os israelitas se tornaram o povo pactuado de Deus, os que desejavam que suas orações fossem ouvidas tinham de reconhecer que Israel era a nação escolhida de Deus. E, mais tarde, a partir da época de Salomão, tinham de reconhecer o templo como o lugar escolhido por Deus para oferecer sacrifícios. (Deuteronômio 9:29; 2 Crônicas 6:32, 33) Mesmo assim, essa forma de adoração era apenas temporária. Segundo o apóstolo Paulo, a Lei dada a Israel e os sacrifícios oferecidos no templo eram “uma sombra das boas coisas vindouras, mas não a própria substância das coisas”. (Hebreus 10:1, 2) A sombra tinha de ser substituída pela realidade. (Colossenses 2:17) Desde 33 EC, a relação de uma pessoa com Jeová não depende mais da obediência à Lei mosaica. Em vez disso, ela se baseia na obediência àquele para quem a Lei apontava — Cristo Jesus. — João 15:14-16; Gálatas 3:24, 25.
Jesus estabeleceu uma base superior para nos aproximarmos de Jeová, identificando-se como um poderoso amigo, aquele que abre o caminho para nossas orações serem ouvidas e respondidas por Deus. O que torna possível Jesus fazer isso por nós?
avatar
APARTHEID

Mensagens : 348
Data de inscrição : 27/11/2010
Idade : 39
Localização : sampa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Por que devemos orar no nome de Jesus?

Mensagem por APARTHEID em Seg Jan 05 2015, 06:45

Visto que todos nós nascemos pecadores, nenhuma obra ou sacrifício que fazemos pode nos limpar da mancha do pecado ou nos dar o direito de ter uma relação pessoal com nosso Deus santo, Jeová. (Romanos 3:20, 24; Hebreus 1:3, 4) Mas Jesus ofereceu sua vida humana perfeita e pagou pelos pecados da humanidade redimível. (Romanos 5:12, 18, 19) Assim, todos os que desejam o perdão de seus pecados têm a oportunidade de obter uma posição limpa perante Jeová e de ter “franqueza no falar “ com relação a Deus — mas isso apenas se exercerem fé no sacrifício de Jesus e orarem no nome dele. — Efésios 3:11, 12.
Quando oramos no nome de Jesus, estamos expressando fé em pelo menos três aspectos do seu papel na realização do propósito de Deus: (1) Ele é “o Cordeiro de Deus”, cujo sacrifício provê a base para o perdão de pecados. (2) Ele foi ressuscitado por Jeová e atua hoje como “sumo sacerdote “, administrando os benefícios do resgate. (3) Somente ele é “o caminho” para nos aproximarmos de Jeová em oração. — João 1:29; 14:6; Hebreus 4:14, 15.
Orar no nome de Jesus dá honra a ele. Essa honra é apropriada, pois é da vontade de Jeová que, “no nome de Jesus, se dobre todo joelho . . . , e toda língua reconheça abertamente que Jesus Cristo é Senhor, para a glória de Deus, o Pai”. (Filipenses 2:10, 11) O mais importante, porém, é que orar no nome de Jesus glorifica a Jeová, aquele que deu seu Filho em nosso benefício. — João 3:16.
Para entendermos a importância da posição de Jesus, a Bíblia usa vários títulos e nomes para descrevê-lo. Eles nos ajudam a compreender os muitos benefícios que recebemos por causa do que Jesus já fez, está fazendo e ainda fará por nós. (Veja o quadro “O importante papel de Jesus”, na página 14.) De fato, Jesus recebeu “o nome que está acima de todo outro nome”. Toda a autoridade no céu e na Terra foi dada a ele. — Filipenses 2:9; Mateus 28:18.
De fato, se quisermos que Jeová ouça nossas orações precisamos fazê-las em nome de Jesus. (João 14:13, 14) Mas nunca devemos repetir a frase “no nome de Jesus” simplesmente por força do hábito. Por que não?
Considere esta ilustração. Quando você recebe uma carta de um empresário, ela em geral termina com a palavra “atenciosamente”. Acha que isso reflete os sentimentos sinceros do empresário ou é apenas uma maneira de ele concluir a carta seguindo o padrão comercial? Na verdade, o uso do nome de Jesus nas orações precisa ter mais importância do que as palavras concludentes de uma carta comercial. Embora tenhamos de ‘orar incessantemente’, devemos fazer isso de ‘todo o coração’, não de forma mecânica. — 1 Tessalonicenses 5:17; Salmo
avatar
APARTHEID

Mensagens : 348
Data de inscrição : 27/11/2010
Idade : 39
Localização : sampa

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum